Atualmente, 187 jovens cumprem internamento em centros educativos, total inferior à média registada no ano passado (220) e em 2013 (264).

Do universo indicado pela DGRSP até fevereiro deste ano, 28 jovens (21 rapazes e sete raparigas) encontram-se em regime aberto e 123 (107 do sexo masculino e 16 do feminino) em semiaberto.

No regime fechado, encontram-se 36 jovens, 34 rapazes e apenas duas raparigas.

Apesar do decréscimo do número de internamentos nos últimos dois anos, não existem alterações significativas na frequência por idades.

Em dezembro de 2013, a DGRSP assinalou 76 jovens de 17 anos em regime de internamento, 67 com menos um ano e 47 com 18 anos.

Os dados compaginados em dezembro do ano passado indicavam 55 jovens com 17 anos, 46 com 16 e 43 com 18.

O novo regime jurídico aplicável a jovens dos 12 aos 16 anos que cometam práticas qualificadas como crime entra em vigor no domingo.

As principais inovações são as casas de autonomização, locais em que os jovens internados em centros educativos podem cumprir metade da medida cautelar, e a supervisão intensiva.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.