No início deste ano, Natalie Weaver ficou em choque quando viu uma fotografia da filha a ilustrar uma publicação no Twitter a fazer a promoção pública do aborto. Sofia Weaver, atualmente com nove anos, nasceu com síndrome de Rett, um problema neurológico que afeta, em média, uma em cada 15.000 crianças, quase exclusivamente todas do sexo feminino. Além das deformações físicas, a dela também tem um atraso cognitivo.

Os distúrbios cerebrais de que a criança sofre afetam-lhe a linguagem e a motricidade e as deficiências no rosto, nas mãos e nos pés obrigam a família a estar permanentemente com ela. "Ela já fez 22 cirurgias. É alimentada por um tubo. Tem um saco de colostomia. Tem muitas convulsões e engasga-se por causa das deformidades e da doença", afirmou a mãe, norte-americana, em entrevista ao canal de televisão CNN.

Fotógrafa obesa chama a atenção para a forma como os magros olham para os gordos
Fotógrafa obesa chama a atenção para a forma como os magros olham para os gordos
Ver artigo

Quando a companhia de seguros da família propôs um com um valor substancialmente mais alto para fazer face aos cuidados de Sofia Weaver, os pais indignaram-se.

A mãe criticou a seguradora, o caso ganhou mediatismo e, na internet e nas redes sociais, rapidamente o assunto passou a ser alvo de comentários chocantes. "As pessoas procuram-nos para nos magoar. Há por aí muita gente a querer mostrar a sua crueldade", condena Natalie Weaver.

"Já me disseram para matar a minha filha", revela. O atacante virtual que fez a promoção pública do aborto usando a fotografia da menina identificou a mãe na publicação e chegou a enviar-lhe uma mensagem direta. "Bloqueei-o", assume a mãe de Sofia Weaver. Como a publicação não desaparecia, queixou-se ao Twitter e a vários media locais. Só uma semana e meio depois, é que os responsáveis da rede social (re)agiram.

A partir daí, passou a utilizar a internet para alertar para os problemas das pessoas com deficiência. "Não há ninguém no mundo como ela [a filha], com a aparência que ela tem e com a combinação de problemas [de saúde] que a afetam", garante a matriarca da família, residente na Carolina do Norte, nos EUA. Veja, de seguida, algumas das fotografias que a família tem divulgado para alertar para a sua condição.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.