Falta um mês para terminar o primeiro período e ainda há manuais escolares do 1º ano de ensino para pagar. Há famílias carenciadas, e que pagaram os manuais com dinheiro do próprio bolso, que ainda não receberam os respetivos reembolsos porque as escolas estão à espera dos pagamentos do Ministério da Educação.

Segundo a edição impressa desta terça-feira (15/11) do Diário de Notícias, o ministério da Educação reconhece demora nos reembolsos e garante que está a regularizar todos os pagamentos.

O jornal refere que há agrupamentos escolares que ainda não pagaram às livrarias e que há escolas que podem ter canalizado outras verbas para pagar às famílias.

De acordo com os diretores de agrupamentos consultados pelo referido jornal, a maioria das escolas está à espera das transferências, sendo que o Ministério de Educação garantiu esta segunda-feira que “todos os pagamentos de ASE estão em processamento e ficarão concluídos nos próximos dois dias” — leia-se esta quarta-feira.

Veja istoOs almoços nas escolas de todo o mundo

Saiba aindaPara a filha comer, pai criar refeições divertidas

As escolas continuam, assim, à espera das verbas destinadas à ação social.

"Infelizmente, é uma situação recorrente", lamentou ao DN Manuel Pereira, presidente da Associação Nacional de Dirigentes Escolares (ANDE), acrescentando que "uma grande parte das escolas ainda não conseguiu dar resposta a estas situações".

"Infelizmente, as escolas estão afogadas em encargos aos quais ainda não conseguem dar resposta por falta de liquidez", explica. Um problema "que é transversal ao País inteiro" e que espera que "até ao final de dezembro possa estar resolvido".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.