No âmbito de uma investigação que decorria há cerca de 15 dias, os militares apuraram que as suspeitas, de 45 e 55 anos, "haviam infligido maus-tratos físicos a, pelo menos, sete crianças, entre os cinco meses e os 5 anos, numa creche", refere a GNR em comunicado.

Segundo aquela força de segurança, as suspeitas exerciam também "um total controlo sob as restantes funcionárias [da creche], sob coação e ameaças, no sentido de não serem tornados públicos os maus-tratos".

As suspeitas estão hoje a ser presentes ao Tribunal de Leiria para a aplicação de medidas de coação.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.