Em Portugal surgem, anualmente, cerca de 700 novos casos de melanoma maligno, um tipo de cancro que atinge o tecido epitelial, mais especificamente a pele.
A sua probabilidade de crescimento aumenta coma idade e pode ocorrer em qualquer superfície da pele.
Muito embora a taxa de mortalidade tendo como causa este tipo de cancro tenha diminuído, a verdade é que as consultas para dermatologistas não são tão acessíveis assim.
Fernando Ribas dos Santos, director da Liga Portuguesa Contra o Cancro, vice-presidente da Associação Portuguesa de Cancro Cutâneo e dirigente do Colégio da Especialidade de Dermatologia da Ordem dos Médicos referir em declarações ao jornal Público que “nos serviços oficiais, conseguir uma consulta de dermatologia é muito difícil. Nos hospitais regionais há uma grande dificuldade de resposta”.
Ao todo são 10 mil novos casos de cancro de pele por ano e muitos deles estão relacionados com os escaldões, pelo que a melhor forma de o prevenir é evitar a exposição solar entre as 12 horas e as 15, podendo ser o horário alargado para entre as 11 e as 16 horas.
13 de Maio de 2011 .

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.