A Fundação AFID tem as suas portas abertas à inovação e desenvolvimento tanto a nível nacional como internacional, olhando para esta abertura como um caminho que trará a confirmação da prestação de serviços de alta qualidade aos seus clientes e com o que de mais inovador possa advir dos seus parceiros.

Assim sendo, iniciou, a 1 de setembro de 2019, mais um projeto a nível europeu no encalce da digitalização dos serviços, o projeto “Invite”.

O projeto “Invite” conta com dez instituições de educação e formação profissional provenientes de oito países europeus. É um projeto de mobilidade técnica ao abrigo do programa ERASMUS+, – educação para adultos – com o objetivo de discutir o tema da era digital no trabalho social, focado no ensino e formação profissional, na partilha de modelos e de boas práticas.

Assim, são apresentados modelos de todas as Instituições sobre a implementação e/ou desenvolvimentos atuais no campo digital.

Esperam-se efeitos significativos no desenvolvimento, bem fundamentado, do uso das novas tecnologias na educação e formação profissional do trabalho social. As instituições e organizações podem desenvolver-se com base nas experiências de outras e implementar práticas positivas nas suas estruturas, tornando, assim, a formação nas áreas sociais mais atraente e permitindo envolver grupos-alvo desfavorecidos e marginalizados (formandos com deficiência).

Um dos pressupostos do projeto será a criação de uma identidade europeia comum através da cooperação e do intercâmbio estruturado onde os participantes conhecem a forma de trabalhar e a visão de cada organização parceira. Consequentemente, é inevitável uma discussão sobre atitudes, valores e premissas básicas que promovem e apoiam o desenvolvimento de uma perspetiva europeia comum.

Os tópicos dos workshops de trabalho estabelecidos enquadram-se em pontos como a comunicação digital (messenger, chat por vídeo, etc.); hardware e regulamentos; plataformas de aprendizagem, plataformas online e aprendizagem online; ludificação, aplicações e regras de aplicação; gestão da saúde; conclusão, resultados e visão.

Os objetivos do projeto são o intercâmbio de conhecimentos e modelos de boas práticas; desenvolver o uso positivo de ferramentas digitais na educação e formação profissional; segurança jurídica: regulamentos e proteção de dados; desenvolver a gestão do conhecimento nas instituições; troca de aprendizagens; internacionalização, uma atitude europeia; melhoria da qualidade na educação e formação profissional; e implementação da gestão da saúde e segurança do trabalho.

Os parceiros deste projeto são a Josefsheim Bigge – Olsberg, Alemanha; BBW Neckargemuend – Heidelberg. Alemanha; Academy for Age Research – Viena, Áustria; Fundacion Intras – Valladolid, Espanha; Fundação AFID Diferença – Lisboa, Portugal; FNADEPA – Paris, França; Universidade de Reabilitação – Lublijana, Eslovénia; Diakonie Helsinki – Helsinque, Finlândia; Centro de Reabilitação Astangu – Tallinn, Estónia; e como coordenador do projeto o parceiro Mariaberg – Mariaberg, Alemanha.

“Os nossos conhecimentos são a reunião de raciocínio e experiência de numerosas mentes.” Ralph Emerson

Texto de: Edite Sobrinho, Coordenadora de Projetos e Relações Internacionais na Fundação AFID Diferença

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.