Alunos do antigo Liceu Camões, em Lisboa, realizam hoje uma marcha lenta entre a escola e a Assembleia da República (AR), para exigir obras neste edifício centenário.

Segundo o presidente da Associação de Estudantes da atual Escola Secundária de Camões, Simão Bento, os alunos vão realizar a marcha lenta para, mais uma vez, alertar para a falta de condições do edifício, após terem sabido, no final do período passado, que o concurso público internacional para a realização das obras ficou vazio por falta de concorrentes.

O novo concurso de reabilitação "está pronto a arrancar", segundo o Ministério da Educação, que avançou à Lusa que o Governo pretende investir mais de 15 milhões de euros naquela escola centenária.

Segundo a tutela, “a nova portaria de extensão de encargos, no valor de 15,2 milhões de euros (sem IVA), já está assinada pelos ministérios da Educação e das Finanças”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.