O exercício físico regular é benéfico para a saúde e o bem-estar da mãe e do bebé. Este contribui para que não haja aumento excessivo de peso, pressão arterial alta, diabetes gestacional, fadiga, má circulação (principalmente nos membros inferiores), cãibras, lombalgias, dor ciática, obstipação, falta de ar e até alterações do humor, muito comuns na gravidez. As recomendações do prestigiado American College of Obstetrics and Gynecology (ACOG) sugerem que a futura mãe deverá ser encorajada a realizar atividades físicas de média intensidade.

«O exercício apropriado melhora as condições cardiorrespiratórias, proporcionando um coração e pulmões fortes, bem como a eficiente circulação e utilização de oxigénio, componentes importantes para uma gravidez confortável e um trabalho de parto ideal», refere Paula Santos, personal trainer, osteopata e formadora da rede de academias Holmes Place. Um sistema cardiovascular saudável é importante porque assegura um transporte mais eficaz de sangue para a placenta, fornecendo oxigénio e nutrição para o bebé.

«Uma melhor condição física leva a menos cansaço, boa postura, a músculos mais tonificados e leva a uma melhor preparação na exigência do trabalho de parto», refere ainda. Segundo alguns médicos e especialistas os benefícios do exercício físico durante e após a gravidez são:

- Melhoria da capacidade aeróbia e muscular.
- Maior facilidade na recuperação depois do parto.
- Melhoria do bem-estar físico, reduzindo os seus níveis de stresse, ansiedade e depressão.
- Manutenção de hábitos de vida saudáveis.
- Maior facilidade no regresso aos seus níveis normais em termos de peso, força e flexibilidade.
- Menor intervenções do obstetra.
- Menos dores durante as fases da gestação.
- Maior controle do peso.
- Melhoria da digestão e redução da obstipação
- Maiores reservas energéticas.
- Redução da circunferência abdominal no pós-parto.
- Redução das dores nas costas durante a gravidez.
- Melhoria da circulação sanguínea, levando a uma redução de edemas e cãibras nas pernas.
- Melhoria do equilíbrio muscular.
- Músculos da região pélvica mais fortes.

Veja na página seguinte: 7 recomendações para mulheres grávidas ou a pensar em engravidar

7 recomendações para mulheres grávidas ou a pensar em engravidar

1. O primeiro passo, muito importante, exige que fale com o seu médico antes de iniciar qualquer atividade física.

2. Não exagere e esteja atenta aos sinais e sintomas do seu corpo. Se sentir alguma sinal ou sintoma fora do comum, pare imediatamente o exercício e questione sempre o seu treinador e profissional de saúde.

3. Escolha a atividade física adequada para si e para as mudanças do seu corpo.

4. Evite alguns tipos de exercício físico com impacto ou com algum risco de queda ou trauma na região abdominal, nomeadamente esqui, desportos de luta e equitação, entre outros mais exigentes e violentos.

5. A alimentação e a hidratação são muito importantes. Beba muita água, sobretudo após o exercício.

6. Inicie sempre com um aquecimento e termine com retorno à calma.

7. Use sempre roupa leve, confortável e fresca.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.