Manuel Luís Goucha esteve na manhã desta quarta-feira, 19 de abril, à conversa com Ana Galvão, Joana Marques e Inês Lopes Gonçalves na rádio Renascença

Questionado se era difícil se desligar das entrevistas que faz a figuras como Cláudia Nayara, o apresentador esclareceu o seu ponto de vista.

"Independentemente daquilo que se passou com ela, portanto, que tem a ver com a contrafação e com aquilo que ela vendia, as tais réplicas originais... a Cláudia Nayara entrevistei-a como o Jô Soares, entrevista, por exemplo, alguém que se diz Jesus Cristo", começa por referir.

"Acho muito curioso porque essas questões não se põem a um Jô Soares quando entrevista os chamados 'cromos' - e atenção que eu também sou um cromo, portanto, para mim, o cromo não tem sentido pejorativo. Não, é uma pessoa que é diferente", continua.

"Achei interessante entrevistar a Cláudia Nayara. Tão depressa entrevisto Cláudia Nayara como entrevisto, por exemplo, o primeiro-ministro", completa.

Veja o momento:

Leia Também: "O que é que te envergonha mais no teu marido?". A resposta de Goucha

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.