Susan Boyle diz ter sido vítima da polícia britânica, acusando a força de segurança de a ter “tratado como um animal”.

Tudo aconteceu no passado mês de abril no aeroporto londrino de Heathrow. A cantora de 55 anos, conta o jornal The Sun, envolveu-se numa acesa troca de palavras com um membro do staff da British Airways, o que obrigou a polícia a retirá-la do local.

Contudo, Susan Boyle vem agora dizer que tudo não passou de um episódio de ansiedade agravado pelo facto de padecer da Síndrome de Asperger, uma condição psicológica relacionada com o autismo.

A cantora escocesa pediu desculpa pelo sucedido, mas não ilibou a polícia britânica da forma como atuou.

“As coisas foram mal resolvidas. Já não me lembro qual foi o motivo da discussão, mas eu fiquei assustada. A polícia não me deveria ter rodeado como um animal. Não eram precisos oito agentes”, referiu.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.