Stephen Dorff está em Lisboa. O ator norte-americano, que brilhou no cinema em filmes como "Blade"e "I shot Andy Warhol", está em Portugal para promover a terceira temporada da série de televisão da HBO "True detective". "É o projeto onde mais gostei de trabalhar. Diverti-me muito", confessou aos jornalistas durante a conferência de imprensa de apresentação do novo serviço de streaming pago que a disponibiliza.

50 celebridades que tiveram problemas com o álcool
50 celebridades que tiveram problemas com o álcool
Ver artigo

"A série tem excelentes atores e o catering era excelente. Já estive em projetos onde só almoçávamos uma sandes de queijo", confidenciou. "Nunca tinha tido a oportunidade de fazer uma personagem durante oito horas. Normalmente, num filme, são só duas", sublinhou. O êxito que tem tido na série que protagoniza ao lado de Mahershala Ali, nomeado para os Óscares pela interpretação no filme "Green book - Um guia para a vida", não o apanhou de surpresa. "É agradável [receber boas críticas]. Há muita pressão mas, ao mesmo tempo, é entusiasmante", assegura.

Para evitar fugas de informação, Stephen Dorff só soube o que aconteceria no final da terceira temporada de "True detective" pouco antes de o gravar. "Recebi sete dos oito guiões mas não sabia o fim. O secretismo torna a coisa mais excitante mas é muito mais trabalhoso", admite, contudo, o ator de 45 anos, nascido em Atlanta, que está a vender a casa de praia que adquiriu em Malibu, por cerca de 7.100.000 €.

Stephen Dorff faz confissões surpreendentes em Lisboa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.