Sónia Jesus contou aos colegas do reality show "Big Brother 2020" que passa a vida a fugir às autoridades que fiscalizam as atividades económicas locais por não ter a licença de vendedora ambulante e que, sempre que é apanhada a infringir a lei, tem de pagar 1.200 € de multa. A revista TV Guia contactou a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia e descobriu que, afinal, a realidade não é bem essa. "Faz-se passar por perseguida mas é mentira", escreve a publicação, que garante que "ela nunca pagou um cêntimo".

"A senhora em causa foi autuada apenas uma vez por vender numa banca licenciada a outro vendedor", garante fonte oficial da autarquia. "Foi-lhe aplicada a coima mínima de 1.200 € e, após a resposta de defesa da visada, a autarquia, pesados os factos, reduziu a multa para 600 € e aceitou o pedido de pagamento em prestações feito pela senhora. Aguarda-se atualmente que a cidadão venha ao processo, facto que ainda não ocorreu. Ainda não foi notificada", refere ainda. Agora, só o será quando sair do programa.

Mãe de duas meninas, Sónia Jesus, 27 anos, é uma das concorrentes mais populares do reality show. Apaixonada pelo que faz, gostaria de ver-lhe atribuída uma licença que lhe permita vender produtos em cortiça no cais da cidade. "Mesmo que não fosse proibida a venda ambulante naquele local, nunca poderia ser proposto o licenciamento, uma vez que o comércio local aí estabelecido é constituído por inúmeros estabelecimentos comerciais que vendem a mesma categoria de produtos", informa a autarquia.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.