Yasmine Jackson, sobrinha de Michael Jackson, recorreu às redes sociais para denunciar o episódio violento que sofreu. A neta de Joe Jackson alegou que foi vítima de um ataque racista, afirmando que foi perseguida por uma mulher que a esfaqueou e insultou.

Yasmine partilhou algumas imagens onde mostra os ferimentos sofridos durante o referido ataque, que decorreu perto da sua casa, em Las Vegas.

Nas fotografias é possível ver grandes cortes no rosto. "Fui esfaqueada sete vezes em frente à minha casa porque 'sou preta'. Essa mulher persegui-me e começou a esfaquear-me. Ela disse-me que era porque sou negra, e isso foi o que ouvi enquanto estava a ser esfaqueada", começou por escrever na legenda das imagens.

"Não consigo mexer o pescoço. Tenho medo de ficar sozinha. Pedi ajuda às pessoas porque ela estava a esfaquear-me e ninguém me ajudou", acrescentou.

"Até que alguém o fez, na verdade algumas pessoas o fizeram, e estou grata. Peço a Deus que, se tiverem algum tipo de ódio no coração em relação às pessoas negras, que possam curar-se. Eu não mereço isto, ninguém merece. Ah, a propósito, continuo a ter orgulho de ser negra", rematou.

Veja as imagens na galeria.

Leia Também: Jimmy Fallon pede desculpa e afirma: "Não sou racista"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.