Num vídeo para a campanha de eleição do sindicato americano SAG-AFTRA (Screen Actors Guild - Federação Americana de Artistas de Televisão e Rádio), Sharon Stone revelou que está a ser "ameaçada" de perder o emprego por insistir na vacinação.

A atriz diz que todos os que trabalham em estúdios de gravação têm de ser vacinados, opinião que está a colocar o trabalho em risco.

"Recebi uma oferta de trabalho - um bom trabalho que quero realmente fazer em Atlanta", conta a atriz num vídeo divulgado pelo Deadline.

"É por isso que o meu cabelo está arrepiado... porque o Producers Guild of America não garante que todos os trabalhadores sejam vacinados antes de eu ir trabalhar. Vou trabalhar antes de todos serem vacinados? Não, não vou", acrescenta.

"Estou a ser ameaçada de perder o emprego? Sim, estou. Vou perder o emprego se todos não foram vacinados? Sim, poderei sim", continua.

Revoltada, afirma: "É ridículo que tenhamos que ir trabalhar num sítio onde não estamos seguros para trabalhar".

No mesmo vídeo, Sharon Stone diz ainda que perdeu o seguro de saúde durante a pandemia, "depois de 43 anos" de profissão.

Para ver o vídeo, clique aqui.

Leia Também: Aos 63 anos, Sharon Stone posa deslumbrante no Festival de Cannes

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.