Rui Porto Nunes recordou nas redes sociais, há cerca de uma hora, aquela que foi uma das personagens mais desafiantes e intensas que interpretou até hoje. Em "Carga", a primeira longa-metragem da produtora Caracol Studios e do realizador Bruno Gascon, protagonizada pela atriz Michalina Olszanska e agora disponível na plataforma digital de distribuição de conteúdos HBO Portugal, o ator de 33 anos, veste a pele de um violador.

"A seguir a esta cena [da violação] passei algum tempo isolado, calado, sentado a olhar para as paredes, para o céu e para o escuro da noite, enquanto que ao fundo ouvia a Michalina Olszanska terminar de filmar. Os gritos e o choro dela ecoavam na minha cabeça. Ainda hoje os ouço. Eu não me reconheço naquela personagem. Nem quero", diz.

"Nunca uma cena me pediu tamanha atrocidade psicológica, capaz de me rasgar a alma. E foi o corpo e [a] alma que ali ficaram expostos. Mais difícil ainda do que filmar esta cena, é saber que aquilo que, para nós, não passou de ficção é a crua e trágica realidade para muitas mulheres", refere o ator do drama sobre o tráfico de seres humanos.

"Ainda ontem, durante a madrugada, quando revia o filme na HBO, voltei a ficar algum tempo isolado, calado, sentado a olhar para as paredes, para o céu e para o escuro da noite, enquanto, ao fundo, ouvia a Michalina Olszanska. Ainda a ouço", revelou ainda Rui Porto Nunes. Vendido para mais de 30 países, o filme estreou no fim de 2018.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.