Mais de 160 celebridades como Ariana Grande, Billie Eilish, Megan Thee Stallion, Olivia Rodrigo e Selena Gomez assinaram um anúncio publicado publicado no New York Times que condena a possível queda dos direitos ao aborto nos Estados Unidos.

O anúncio contesta a esperada reversão da Suprema Corte do Roe vs Wade - o direito estabelecido em 1973 em que foi decidido que as mulheres grávidas têm o direito constitucional de interromper a gravidez até ao ponto de viabilidade fetal.

"O Supremo Tribunal está a planear a reversão do 'Roe v. Wade'. O nosso poder de planear o nosso próprio futuro e controlar o nosso próprio corpo depende de nossa capacidade de aceder a cuidados de saúde sexual e reprodutiva, incluindo o aborto", defende o anúncio.

"Somos artistas. Criadores. Narradores. Somos a geração a entrar no nosso poder. Agora estamos a ser roubados do nosso poder. Não vamos voltar atrás - não vamos recuar", lê-se ainda.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.