Ricardo Pereira, de 36 anos, protagonizou na última terça-feira, dia 12, ao lado de Caio Blat, a primeira cena de sexo gay da telenovela brasileira.

Em ‘Liberdade, Liberdade’, novela da Globo, o ator dá vida ao coronel Tolentino. Numa entrevista concedida à Folha de S. Paulo, o artista falou sobre a cena de amor:

“Por tudo que já vivemos na trama, chegar até ali fazia todo sentido”.

Ricardo Pereira, que vive há mais de 12 anos no Brasil, conta que filmes como 'Morte em Veneza' e 'O Segredo de Brokeback Mountain' serviram de referência.

Para ele, a exibição da cena "foi o ápice de uma relação contida, proibida e repleta de sentimentos. Mas talvez o mais desafiador do Tolentino seja a dúvida dele em relação ao que sente, a dor de amar alguém e não entender isso, porque na cabeça dele e das pessoas daquela época era um crime condenado à morte".

Sobre cenas homossexuais em novelas portuguesas, o ator afirma que há algumas incursões neste sentido e destaca que não vê o Brasil e Portugal como países conservadores. "Temos que ver obviamente que o mundo hoje em dia deve deixar de lado esse preconceito e, acima de tudo, entender e respeitar a opinião, o gosto e a vontade de cada um", disse.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.