Um livro que está prestes a ser publicado revela todos os pormenores da seita de que a atriz da série ‘Smallville’, Allison Mack, alegadamente fazia parte. Segundo o site RadarOnline os membros da referida seita integravam uma rede de escravas sexuais.

As informações foram dadas por Catherine Oxen, mãe de uma jovem que fez parte do culto sexual. A mesma garante que a artista estava no topo da seita e que só podia ser tratada por “madame Mack” ou a “madame”. Era ela que marcava os encontros sexuais entre as mulheres e o líder do grupo, Keith Raniere, garantindo a permissão das vítimas para tal.

Por outro lado, a atriz também era muito ciumenta em relação a Raniere e, por isso, impunha punições de forma sádica. A artista também era obcecada com o peso dos membros e obrigava as mulheres a seguirem duras dietas, fazendo-as mesmo passar fome.

Sabe-se ainda que Allison enviava mensagens às vítimas em noites aleatórias. Perante as mesmas, as mulheres tinham de responder como “mestre” e, se fosse pedido, deixarem que o líder lhes tirasse uma fotografia nuas como prova de que a sua tarefa tinha sido “completada”.

O livro chama-se ‘Captive: A Mother’s Crusade to Save Her Daughter from a Terrifying Cult’ e irá estar disponível a partir do dia 7 deste mês.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.