A lutar contra uma doença rara e degenerativa, a Paralisia Supranuclear Progressiva, diagnosticada em 2017, morreu o ator António Cordeiro, como foi confirmado este sábado, 30 de janeiro. Tinha 61 anos.

Uma notícia que rapidamente 'encheu' as redes sociais de homenagens, com várias figuras públicas a mostrarem-se de coração partido com a perda.

Noémia Costa, que também viu partir este sábado o ex-marido, Licínio França, não deixou de prestar um tributo ao colega e amigo. "Vai em paz, meu querido António", disse.

"O tempo passa demasiado rápido. Meu director, colega actor e amigo. Foste tu que me ligaste a última vez, não vou esquecer, meu Inspector... Foste um lutador incrível, sempre tua Sofia. Helena muita força. RIP. Um beijinho cheio de paz", escreveu Oceana Basílio, tendo deixado também uma palavra de conforto à mulher do artista.

"Hoje perdemos uma enorme pessoa e inigualável ator", destacou Diogo Carmona.

Já Alexandra Lencastre partilhou na sua página de Instagram as palavras da colega e amiga Isabel Medina, que das primeiras a reagir à morte de António Cordeiro, e acrescentou: "Querida Isabel .. escreves o que sinto".

Nuno Santor, diretor da TVI, também homenageou o ator: "No adeus a António Cordeiro. A morte do António Cordeiro não nos apanhou de surpresa, mas não deixa de ser um choque. O António era um ator talentoso e, dizem os seus amigos, um ser humano adorável. Foi apanhado por uma doença terrível que o deixou longe de nós ao longo dos últimos anos. Curvo-me perante a sua memória. E perante o seu talento".

"Um grande aplauso ao António Cordeiro! Beijinhos Lena", disse João Baião.

"Descansa em Paz, António", apenas destacou Carla Andrino na sua página de Instagram, onde partilhou uma fotografia do colega.

Frederico Amaral também foi um dos muitos nomes conhecidos que reagiram à morte do ator: Obrigado António Cordeiro".

Já Paulo Pires partilhou uma fotografia onde o ator aparece com um rasgado sorriso no rosto e escreveu: "É assim que me lembro de ti, querido António".

"Meu querido António, jamais imaginei que um dia ia estar a escolher uma fotografia nossa, de um espectáculo nosso, para anunciar a tua partida. Sabíamos que a tua luta era difícil e dolorosa, mas teimoso e obstinado como eras e com a ajuda, o amor e a dedicação da tua poderosa rainha, a grande Helena, ias fintando e enganando o fim da história. Aqui, divertimo-nos imenso, fizémos um belíssimo espectáculo ('Até Mais Ver' de Oliver Bukowski no Teatro Aberto) e ficámos amigos para sempre! Até sempre, meu querido marreco", disse João Reis.

"Um dia muito triste. Agora já podes descansar António", lê-se na publicação de Paula Neves.

"Esta fotografia foi na apresentação da novela 'Mar Salgado', éramos (sogro e nora)! Rimos tanto neste dia e vou lembrar-me de ti assim... Meu querido António Cordeiro", recordou Barbara Norton de Matos.

"Querido António, obrigada pela tua alegria, boa disposição e profissionalismo. Foi para mim, um enorme privilégio trabalhar contigo, em vários projetos, para sempre vou guardar o 'Mar Salgado' como um projeto muito especial, a nossa querida família 'Pelicano'. Hoje o céu ganhou uma nova e brilhante estrela! Que descanses em paz. Obrigada...", disse Liliana Santos.

Foram muitas as menagens que se espalharam pelas redes sociais, com vários famosos a despedirem-se de António Cordeiro e, entre elas, destacamos também a de Vasco Palmeirim: "Desde miúdo que sou fascinado por detectives. Poirot. Perry Mason. Até a Jessica Fletcher, no Crime, Disse Ela. Por isso, quando surgiu Klaxon fiquei maravilhado. António Cordeiro tinha carisma, personalidade e, como vim a perceber pessoalmente, um sentido de humor incrível. Deixou-nos hoje. Que tenha o descanso que merece".

Leia Também: Presidente da República recorda e homenageia o ator António Cordeiro

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.