A rainha Isabel II vive um dos momentos mais difíceis da sua vida. O marido, Filipe de Edimburgo, com quem estava casada há 73 anos, morreu esta sexta-feira, dia 9 de abril.

Charles Anson, antigo secretário de imprensa da monarca, revelou à revista People que apesar da dor da perda, a rainha de 94 anos já estava de certa forma preparada para este cenário devido aos problemas de saúde do companheiro ao longo dos últimos anos.

"Ela deve ter pensado neste momento várias vezes e a sua reação terá sido permanecer o mais calma possível", afirmou Anson. "Isso vem naturalmente com o seu temperamento e experiência", notou.

"Nos anos em que trabalhei com ela sempre foi calma, independentemente do que se estivesse a passar. Mas para qualquer pessoa, este é um momento muito catártico", referiu.

O entrevistado lembra ainda a rapidez com que o príncipe Filipe se adaptou ao seu papel de apoio da rainha.

"Houve algumas coisas com que tiveram de lidar juntos que foram difíceis, mas foi um longo casamento com muita felicidade. Ele levou muito a sério o seu papel como apoio da rainha enquanto monarca".

Leia Também: Revelados pormenores de funeral. Desejo de príncipe Filipe será cumprido

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.