O príncipe William surpreendeu um grupo de jovens estudantes ao fazer uma videochamada especial, onde elogiou o trabalho no combate ao bullying nas escolas.

O neto da rainha Isabel II, de 38 anos, reuniu-se com os jovens, esta quinta-feira, durante a Semana Anti-Bullying no Reino Unido. As crianças são embaixadoras da iniciativa do Diana Award - a única instituição de caridade que tem o nome da falecida mãe de William, a princesa Diana.

Todos os alunos com os quais William se reuniu foram vítimas de bullying, mas estão agora a usar as suas experiências para ajudar outros jovens a superar o impacto negativo que tem no bem-estar físico e mental das crianças.

Durante a videochamada, os jovens conversaram sobre o impacto que a Covid-19 teve neles, incluindo a informação de que, apesar das medidas de confinamento em vigor, o Diana Award relatou que 46% dos jovens sofreram bullying nos últimos 12 meses.

Os embaixadores - Isabel Broderick, de 15 anos, de West Midlands; Paige Keen, de 14, de Norwich; Rose Agnew, de 14, de Warwick; e Jude Bedford, de 16, de Cambridge - explicaram também a William como é que se adaptaram e continuaram a ajudar os outros durante a pandemia, levando a que as campanhas contra o bullying chegassem ao 'público' via online, como relata a revista People.

Leia Também: Kate Middleton e William mostram em detalhe presente oferecido à rainha

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.