A polícia tem finalmente um suspeito da morte de Stuart Lubbock, um jovem de 31 anos encontrado morto há 20 anos na piscina de casa do ator Michael Barrymore.

O crime ocorreu em 2001, depois de uma festa, mas nunca ninguém chegou a ser condenado pelo mesmo.

A polícia está agora pronta para enviar "em breve" um arquivo ao Crown Prosecution Service após um homem, de 50 anos, ter sido preso por suspeita de assassinato e violação, conta o The Sun. Este mesmo dossiê, garante a publicação, contém provas sobre o envolvimento do suspeito na morte de Stuart Lubbock.

O caso voltou a tornar-se público depois de o ano passado ter sido emitido um documentários do Channel 4 relacionado com o crime e, claro, após várias tentativas do pai da vítima para reabrir o inquérito e encontrar o culpado pela morte do filho.

Após o lançamento do referido documentário, Michael Barrymore, recorde-se, voltou a referir publicamente que não faz ideia do que aconteceu naquela noite ao homem encontrado morto em sua casa e que não esteve ligado ao crime.

Certo é que, segundo dados médicos, Lubbock sofreu graves ferimentos internos que sugeriam que havia sido abusado sexualmente. Álcool, ecstasy e cocaína foram encontrados na sua corrente sanguínea.

Leia Também: Já viu o novo look de José Condessa? Ator pintou cabelo de... branco

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.