O site Hollywood Reporter conseguiu as gravações do polémico processo que visou Pharrell Williams e Robin Thicke, relativamente à música ‘Blurred Lines’.

Os vídeos, que pode visualizar aqui, levantam um pouco o véu sobre o que aconteceu durante o processo que culminou na condenação dos dois artistas ao pagamento de um choruda indemnização à família de Marvin Gaye, pelo plágio de uma das suas canções.

Nos vídeos publicados pelo Hollywood Reporter pode ver-se Pharrell Williams num ríspido interrogatório frente ao advogado de Marvin Gaye, Richard Busch.

O causídico fez diversas perguntas para averiguar o quanto Pharrell sabia sobre a composição do tipo de música em causa. “Tem que ir procurar”, “Não sou professor”, “Não estou aqui para ensinar música”, são algumas respostas dadas pelo cantor.

Quando desafiado a nomear duas notas musicais específicas e a sua duração, as suas respostas foram também evasivas: “Não me sinto confortável com isto”, “Não lhe posso responder a isso”.

Todos os outros vídeos sobre a sessão são no mesmo tom: um Pharrell combativo, desconfortável e visivelmente irritado.

“Eu não entrei em estúdio com a intenção de fazer alguma coisa parecer-se ou soar a Marvin Gaye”, afirmou o co-autor de 'Blurred Lines'.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.