O homem que perseguia a cantora Lily Allen e que sofria de problemas do foro mental será internado numa instituição para doenças desse plano médico. A decisão foi tomada, na sexta-feira, pela justiça em Harrow Crown Court, em Londres.

A notícia é avançada pelo jornal britânico The Mirror, que acrescenta ainda que o ‘stalker’, de 31 anos, não apresentou qualquer emoção ou até remorsos aquando da audiência em tribunal que decretou o seu internamento.

Recorde-se que a cantora era perseguida há anos e, recentemente, o homem entrou na casa da sua família, obrigando-a a fugir.

Alex Gray foi ainda proibido de se aproximar da popstar.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.