A greve nacional dos motoristas de matérias perigosas gerou-se a corrida aos postos de abastecimento de combustíveis. Com vários postos a ficarem sem combustíveis para que todos pudessem abastecer os seus carros, este tornou-se, inevitavelmente, o assunto do dia.

Nas redes sociais, Pedro Fernandes decidiu brincar com o tema partilhando um vídeo onde carregava o carro elétrico que usa para se deslocar.

"Ouvi dizer que há filas por todo o lado nas bombas de gasolina. É verdade? ", escreveu o apresentador na legenda da publicação, que desencadeou uma onda de críticas.

Os seguidores não gostaram da piada de Pedro Fernandes e mostraram-se desagradados com o facto de este brincar com o tema e usar um carro que na verdade não é seu.

“Meus amigos, o post anterior não é sobre pobres e ricos nem sobre as exigências dos transportadores de matérias perigosas que lá terão as suas razões. O post anterior é apenas sobre uma opção de mobilidade, a minha. Sim, tenho um carro eléctrico emprestado, mas podem ter a certeza que irei comprar um quando o empréstimo terminar.”, começou por explicar.

“Claro que adoraria que toda a gente ganhasse mais e que pudessem todos ter carros eléctricos, agora não me venham dar na cabeça só porque eu tenho um emprestado! A minha mulher anda com um carro a gasóleo e se calhar amanhã lá vou eu também para a fila em vez dela. Boa sorte a todos e sejam felizes”, rematou, na esperança de colocar um ponto final na revolta dos internautas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.