Paulo Sousa Costa vai apresentar nos próximos dias “Desistir Não é Opção”, um emocionante relato onde conta como tem sido a sua luta para continuar a viver depois da morte do filho Paulinho, em Setembro de 2010, vítima de uma leucemia galopante.

“Este livro não é para ser lido como uma história de dor, mas sim de amor. Esta é a história de amor entre um pai e o seu filho, que nem a morte separou”, pode ler-se no prefácio de “Desistir Não é Opção”.

Paulo Sousa Costa fala sobre a revolta, a dor de perder o filho, a forma como se sobrevive com tão profundo desgosto e partilha ainda as emoções que tomaram conta de si quando Carla Matadinho, a sua namorada, lhe anunciou que ia ser novamente pai.

“Desistir Não é Opção” é um relato forte e violento, cujo título é o lema que Paulo sempre partilhou com o filho Paulinho e que se tornou cada vez mais o seu objetivo, muito em especial desde que soube da chegada de Letícia, a irmã que Paulinho nunca conhecerá.

“Eu tenho a obrigação de pai de proteger e amar a minha filha. O meu instinto paternal terá inevitavelmente de aparecer, até porque o Paulinho nunca me iria perdoar se soubesse que o pai não estava a dar amor à mana”, escreve Paulo no seu novo livro.

Um testemunho em que as palavras de reconhecimento e agradecimento a Carla Matadinho são uma constante: “…Carla, minha namorada, minha mulher, minha amiga. Obrigado pelo amor que sempre deste ao Paulinho, como se fosse teu filho, apesar de não o ser. Desculpa nunca mais ter voltado a ser o Paulo com quem contavas viver. Desculpa o vazio. Desculpa a frieza. Desculpa a tristeza. Obrigado pela Letícia. O Paulinho amava-te muito!”.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.