Billie Eilish arrecadou cinco Grammys e subiu ao palco da cerimónia dos Óscares para uma atuação única em homenagem aos artistas que morreram em 2019. Aos 18 anos, é a estrela do momento e ganhou também destaque na mais recente edição da Vogue norte-americana, onde falou do percurso, das inseguranças e da mente criativa que a tornam numa figura ímpar.

Também no estilo se mostra singular. A escolha de visuais excêntricos e 'fora da caixa' já a colocou no centro das atenções em diversas ocasiões. Billie Eilish deu agora pormenores sobre aquele que é muito mais do que um estilo arrojado.

A cantora revelou que a escolha das peças largas e alternativas se deve aos complexos que sentiu na infância e pré-adolescência, pelo facto do seu corpo se ter desenvolvido em fase precoce: "Senti que o meu corpo estava a ir mais rápido do que o meu cérebro".

Foi nas roupas que encontrou refúgio, consolo que se mantém até aos dias de hoje. "O relacionamento com o meu corpo tem sido o mais tóxico que podem imaginar. A maneira como me visto tornou esse relacionamento muito melhor. É menos sobre o ‘meu corpo é feio, não quero que se veja’, e mais sobre ‘não me sinto confortável a usar isto, estou mais confortável a usar isto'", afirmou.

Leia Também: Billie Eilish destacou-se com o seu estilo único na noite dos Óscares

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.