Nuno Santos, diretor-geral da TVI, falou aos jornalistas no final do programa 'Dia de Cristina' e comentou a polémica expulsão de André Filipe do programa 'Big Brother - A Revolução'.

"O que aconteceu nas últimas horas foi um conjunto de comportamentos repetidos que não são aceitáveis e, portanto, nós tivemos de agir", começa por explicar Nuno Santos, garantindo que a decisão foi tomada pelo próprio durante uma reunião realizada na tarde desta quarta-feira.

"Se estivéssemos a falar de um ato isolado que fosse possível de resolver, isso resolvia-se", continua, reforçando a ideia de que os concorrentes são acompanhados por psicólogos e que o que motivou a expulsão de André foram os seus comportamentos abusivos.

Quanto ao facto de André Filipe já ter manifestado desde o início da semana outros comportamentos que para muitos foram considerados desrespeitosos sem nunca ter sido penalizado, em contraste com o que aconteceu na edição anterior do programa, o diretor-geral da TVI explica que as situações e programas não são comparáveis: "Acho que o que nós tivemos até agora da parte dele não justificou uma nomeação direta, e o que aconteceu hoje ditou uma expulsão direta".

Leia Também: Os motivos pelos quais André Filipe foi expulso da casa do 'Big Brother'

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.