O peito volumoso foi uma das primeiras coisas em que Hugh Hefner reparou quando se cruzou com Crystal Hefner, na altura Crystal Harris, pela primeira vez. Por razões de saúde, a antiga manequim da Playboy, agora mulher do multimilionário que lançou a revista, retirou os implantes mamários que usou durante vários anos e que estavam na origem das muitas dores persistentes que tinha. «Envenenavam-me devagarinho», justificou ontem a esposa do magnata no Facebook.

«Houve dias este ano em que eu não conseguia sair da cama. Era um desespero», confessa. Além de se sentir muito cansada, também deixou de ter forças para praticar desporto cinco vezes por semana, como anteriormente fazia sem problemas. Numa ida ao médico, foi-lhe diagnosticada a doença de Lyme, uma patologia causada pela bactéria Espiroqueta borrelia burgdorferi, transmitida geralmente pela picada do carrapato da espécie Ixodes ricinus infetado.

Mais tarde, ao descrever os sintomas da doença nas redes sociais, vários seguidores alertaram-na para a possibilidade de existir um problema com os implantes mamários de silicone que fez, que não devem ser usados por mais de 10 anos. A 15 de junho fez a operação de remoção e, um mês depois, partilhou a notícia com os fãs. «As dores que sentia no pescoço e nos ombros desapareceram de imediato e passei a respirar melhor», desabafa.

Texto: Luis Batista Gonçalves

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.