Revoltado com “mentiras” publicadas em revistas do grupo Impala sobre a sua família, Mico da Câmara Pereira disse que, em última análise, seria capaz de pegar numa metralhadora, invadir a sede do grupo editorial de Jacques Rodrigues e fazer justiça pelas próprias mãos…

O cantor, que ultimamente saltou para as luzes da ribalta devido à sua participação no programa da TVI “A Tua Cara Não Me É Estranha”, ficou particularmente melindrado com notícias que davam conta de uma “depressão” de Joana de Sousa Cardoso, mulher de Mico.

“É uma vergonha afirmarem que ela está com uma depressão. A Joana está aqui ao meu lado, bem e divertida!”, disse ele à “TV Guia”.

“A minha mulher já venceu um cancro e merece mais respeito. Uma depressão podia ser grave, dado o seu passado clínico (Joana já ultrapassou um cancro de mama). Se, entretanto, falecesse devido às mentiras que se têm escrito, entrava na Impala de metralhadora na mão e ninguém se ficava a rir!”, garantiu Mico.

Mico da Câmara Pereira saltou para as capas de revistas devido à sua participação em “A Tua Cara Não Me É Estranha”, TVI, onde protagonizou alguns dos momentos mais hilariantes, como foi o caso da sua imitação da vocalista dos Deolinda, Ana Bacalhau, no tema “Fado Toninho”. Uma imitação que lhe valeu uma faixa com o título “Mr. Matrafona”, atribuída durante a final do concurso, este domingo à noite.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.