Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira receberam em direto um telefonema de Marcelo Rebelo de Sousa na emissão especial dedicada a Maria João Abreu que conduziram juntos na tarde de quinta-feira.

"Eu, tal como milhares e milhares de portugueses e de portuguesas, acompanhei, acompanhámos juntos, uma guerreira de 40 anos", começa por referir o Presidente da República, referindo-se aos longos e recheados anos de carreira de Maria João Abreu.

"Era outro país, era outro mundo do espetáculo, era outra realidade, no teatro, na revista, na televisão por onde a Maria João Abreu passou, tudo isso mudou e ela permaneceu... e vale a pena perguntarmos porque é que ela permaneceu", refere.

"Havia nela uma genuinidade", diz, referindo-se à artista como alguém de enorme empatia, alguém que gostava das pessoas.

Marcelo Rebelo de Sousa destaca Maria João Abreu como uma personalidade "admirada, acompanhada com carinho e agora com muita saudade, porque marcou a vida" de quem a acompanhou.

Maria João abreu criou com o público "uma ligação que resistiu à passagem do tempo", "conquistando gerações, não por querer conquistar mas porque era assim: esse é o seu encanto".

Para Marcelo Rebelo de Sousa, Maria João Abreu "era por fora, o que era por dentro", e é assim que será para sempre lembrada.

Leia Também: Maria João Abreu: As reações dos amigos nas mais sentidas homenagens

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.