Manoel de Oliveira tornou-se, aos 103 anos de idade, o mais jovem doutor da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), ao receber em Vila Real o título de Doutor Honoris Causa. Mais uma justa homenagem ao mais velho realizador de cinema em actividade em todo o mundo.

"É o reconhecimento não só da carreira, do humanismo deste cineasta, mas, fundamentalmente, nós gostamos de homenagear quem contribui para o engrandecimento da nossa área de influência", frisou Carlos Sequeira, reitor da UTAD.

O cineasta tem propriedades na região duriense, em Santa Marta de Penaguião, e tem o Douro projetado em várias das suas obras. Foi essa região o cenário escolhido, por exemplo, para o filme "O estranho caso de Angélica", apresentado no Festival de Cannes de 2011.

Manoel de Oliveira nasceu no Porto a 12 de Dezembro de 1908 e desde a década de 30 que os seus filmes marcam o panorama cinematográfico nacional e internacional.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.