Liliana Oliveira foi convidada de Cristina Ferreira esta quinta-feira para falar da sua experiência na 2.ª edição de 'Casados à Primeira Vista'. Tratando-se da concorrente que mais gerou controvérsia, a conversa contou com os temas mais mediáticos da sua participação.

"Não estava à espera de reações tão negativas", começou por dizer, referindo-se ao feedback ao longo de todo o programa.

O facto de ter imposto grandes barreiras a Pedro Pé-Curto, com quem casou, fez com que Cristina Ferreira a questionasse sobre o que a levou a entrar num programa deste formato - no qual os concorrentes casam com um desconhecido.

"Acredito no amor, queria apaixonar-me e casar. O meu coração estava completamente livre", afirmou.

O anel e os fantasmas do passado

Um dos temas que mais gerou burburinho foi o facto de Liliana ter entrado na experiência com a aliança do antigo relacionamento. A concorrente chegou inclusive a afirmar que se recusava a tirá-la, uma vez que se tratava de um objeto simbólico, o que levou a que se especulasse se ainda estaria ligada ao antigo companheiro.

Na última cerimónia de compromisso, a especialista Cris Carvalho questionou diretamente Liliana sobre a presença do 'ex' na sua vida. Na altura a secretária afirmou que apenas tinham uma boa relação de amizade.

Questionada agora por Cristina Ferreira se mantém uma boa relação com o ex-namorado, Liliana surpreende ao revelar que não se falam: "Resolvemos cortar relações depois do programa e não falamos sequer. A exposição e a crítica deixaram-no muito exposto. Não tem de o afetar, a decisão de entrar foi minha".

Apesar de não guardar rancor, admite que foram os fantasmas do passado que a impediram de avançar na relação com Pedro. "Tenho noção que me fecho muito e que sou bruta. Às vezes as pessoas querem chegar-se e eu não deixo".

"O Pedro é muito intenso. Entregou-se, acreditou realmente que já estávamos casados. Acabei por me sentir sufocada. Em vez de lhe dizer, afastei-me. Não deu certo por culpa minha. Não me deixei entregar", continuou.

Ainda assim, defende a sua posição e algumas das atitudes mais abruptas justificando que "houve muitos factores externos que influenciaram essas reações".

Alegados namoros, gravidezes e emigração

"Já me inventaram três namorados e duas gravidezes, mas não. O André [d'Almeida] é meu amigo. Ele nem está cá, mora na Suíça", afirmou, referindo-se às mais recentes notícias que dão conta de um romance com o ator Pedro d'Almeida.

Outro dos temas que fez questão de esclarecer foi se iria ou não emigrar. Depois de uma publicação na qual referiu que 2020 será o ano em que vai "mudar de casa e de país" para "um recomeço do outro lado do mundo", Liliana desmentiu as notícias de emigração, mas afirmou que "no verão vai fazer um curso profissional fora de Portugal".

A conversa foi rematada com a grande questão: Depois de todas as polémicas, voltava a entrar no programa? "Sem sombra de dúvida. Mas acho que punha uma máscara e não ser tão eu própria. O facto de eu ser da forma que sou prejudica-me bastante. Mas façam o terceiro que eu vou", afirmou.

Leia Também: Liliana de 'Casados à Primeira Vista' vai emigrar

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.