No final de 2017, uma vaga de acusações de assédio e abuso sexual contra Kevin Spacey marcou para sempre o rumo do ator em Hollywood. Os escândalos fizeram com que fosse demitido da série 'House of Cards' e substituído no filme 'Todo o Dinheiro do Mundo'. Desde então, a sua vida tem sido vivida longe dos holofotes.

Recentemente, passados quase três anos deste período que recorda como "horrível", o artista quebrou o silêncio sobre as polémicas em declarações ao podcast Bits & Pretzels.

"Acho que não será surpresa para ninguém dizer que o meu mundo mudou completamente no final de 2017", começou por dizer, cita o Daily Mail.

"O meu trabalho, muitas das minhas relações, a posição na minha própria indústria, desapareceu tudo numa questão de horas", continuou.

Com isto, o ator, de 60 anos, mostrou-se solidário com todos os que se sentem mais ansiosos durante os últimos tempos marcados pela pandemia da Covid-19 e que vêm as suas vidas mudar abruptamente: "Não costumo dizer muito às pessoas que consigo perceber a situação delas porque acho que isso desvaloriza o que podem estar a passar, que é uma experiência única e muito pessoal. Mas, neste caso, sinto que consigo perceber o que é sentir que o nosso mundo subitamente parou".

"Tenho empatia pelo que é ser informado subitamente de que não se pode voltar a trabalhar ou que se pode perder o emprego. E é uma situação sobre a qual não se tem absolutamente qualquer controlo", frisou ainda.

Leia Também: Harvey Weinstein novamente acusado em tribunal

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.