Taylor Swift ameaçou processar Kanye West em fevereiro deste ano. Em causa estava uma gravação ilícita feita pelo rapper de uma conversa privada que teve com a cantora. O site de entretenimento ‘TMZ’ obteve uma cópia da carta no início do ano a Kanye, onde deixa bem claro que segundo as leis da Califórnia, qualquer pessoa que gravar uma chamada sem autorização está a cometer um crime.

"Pedimos que destrua imediatamente todas as gravações, nos dê a garantia de que isso tenha sido feito, e também a garantia de que essas gravações não foram previamente divulgadas”, lê-se numa parte do documento.

No entanto, o pedido não foi cumprido por Kanye West. Aliás, este fim de semana Kim Kardashian tornou públicas as gravações.

Agora, segundo um exclusivo do jornal The Sun, a equipa de advogados de Taylor Swift está ponderar seriamente seguir com o processo em frente contra o casal. Caso o juiz dê razão à cantora, então, Kim e Kanye poderão ser condenados a três anos de prisão.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.