Na passada quinta-feira, 3 de janeiro, Judite Sousa apresentou o seu novo livro, Político Esfaqueado ou é Morto ou é Eleito, sobre Jair Bolsonaro, o novo presidente do Brasil.

No final do evento, a pivô da TVI partilhou com os seguidores do Instagram várias fotos com as pessoas presentes neste momento especial.

Numa delas, mostrava-se com três mulheres. "Mãe, irmã e a senhora cá de casa", escreveu.

Judite Sousa referiu-se a uma das mulheres como: "A senhora cá de casa", e a partir daí gerou-se um rolo de críticas nas redes sociais. A jornalista optou, entretanto, por apagar a publicação, mas o print já circulava na Internet.

Este domingo, na sua página de Instagram, a pivô respondeu aos críticos, sublinhando a importância que Rosa teve na sua vida. Mas, a jornalista vai mais longe, e evoca a memória do seu falecido filho para atingir quem o "difamou".

"A senhora que toma conta de mim há quase 20 anos. Que me ajudou a criar o meu saudoso filho. A minha mãe chama-se Isabel. A minha irmã chama-se Isabel e a Rosa é a minha Rosa. Quem difamou a memória do meu filho que dê a cara para fazermos contas no local próprio", pode ler-se na sua publicação no Instagram.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.