António Esteves, conhecido jornalista da RTP, emocionou os seguidores da sua página de Facebook ao partilhar um texto sentido onde faz uma homenagem ao pai. Manuel Esteves morreu vítima de uma paragem cardiorrespiratória, conforme revelado pelo jornalista.

"O meu pai era um homem bom, bonito, muito tímido e reservado, era de uma honestidade e de uma ética à prova de bala, leal, muito profissional e pontual, um trabalhador incansável, orgulhoso, teimoso, humilde e educado", refere António Esteves.

"Levantava-se de madrugada para me fazer o pequeno-almoço e o reforço que levava na mochila para o trabalho porque tinha medo de qualquer atraso, nem a minha irritação o demovia mesmo quando tinha acabado de se deitar", lembra, com saudades.

"Gostava que o filho tivesse sido advogado e zangou-se quando desistiu do curso no terceiro ano de Direito para seguir o sonho de ser jornalista. Habituou-se mas contrariado", recorda.

"As pessoas só morrem quando deixam de fazer parte das nossas memórias e das nossas conversas", diz, por fim, agradecendo ainda, em nome da família, "todas as manifestações de apoio e carinho".

Leia o texto completo:

Leia Também: Ator Gaspard Ulliel morre aos 37 anos

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.