Jessica Simpson decidiu abrir-se sobre o seu passado e revelou que sofreu abusos sexuais em criança. Memórias marcantes que foram partilhadas pela primeira vez no seu livro, 'Open Book'.

Segundo escreve a cantora e atriz, como cita a revista People, os abusos começaram quando tinha apenas seis anos, "quando partilhou a cama com a filha de um amigo da sua família".

"Começou com cócegas nas costas e, depois, avançou para coisas que me deixaram extremamente desconfortável... eu era a vítima, mas, de alguma forma, sentia que eu é que estava errada".

Só passados quase seis anos é que Jessica contou aos pais, Tina Simpson e Joe Simpson.

Enquanto Tina deu uma chapada no braço a Joe, "o pai ficou a olhar para a estrada e não disse nada", lembra a artista. Jessica contou ainda que nunca mais conversaram sobre o que lhes tinha dito.

Para lidar com a experiência traumatizante, a artista começou a automedicar-se. "Estava a matar-me com toda a bebida e comprimidos", lembrou.

Jessica foi ao fundo do poço no final de 2017, depois de ter organizado uma festa de Halloween. Foi nessa altura que a figura pública - que é mãe de Maxwell Drew, de sete anos, Ace Knute, de seis, e Birdie Mae, dez meses, fruto do casamento com Eric Johnson - pediu ajuda às suas amigas.

Leia Também: Terry Gilliam e Eric Idle homenageiam Terry Jones

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.