A autobiografia de Jessica Simpson, 'Open Book' ['Livro Aberto', em tradução livre] conta com grandes revelações da atriz que se despiu de pudores para falar dos temas mais assombrosos da sua vida. O abuso sexual foi o primeiro a dominar as manchetes e seguiu-se de uma outra polémica, desta vez sobre a vida amorosa.

A atriz falou abertamente sobre a relação de um ano com John Mayer, que terminou em 2007, e revelou que após alguns meses de namoro o cantor começou a ficar "obcecado".

"Dizia-me que era obcecado por mim. Sexual e emocioalmente", cita a revista People.

Simpson referiu que foi o "carisma" do cantor que a deixou rendida num primeiro momento. "Ele era o tipo que chegava a uma sala, pegava na viola e fazia-te desmaiar", contou, acrescentando de seguida que ficou surpreendida com a personalidade que veio a descobrir.

A atriz confessou ainda que após ficar realmente apaixonada, sentiu-se insegura por não se considerar "inteligente o suficiente" para estar com o cantor. Chegou mesmo a pedir que uma amiga revisse as mensagens que enviava para se certificar que não tinham erros.

"A minha ansiedade aumentava e tomava outra bebida. Foi o início da minha dependência com álcool", acrescentou.

Leia Também: Jessica Simpson revela que sofreu abusos sexuais em criança

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.