James Corden esteve, esta quarta-feira, no 'The Ellen DeGeneres Show' e explicou a razão de ter sido operado de urgência ao olho. Segundo o apresentador, sofreu uma lesão ocular em 2012 e achava que conseguiria recuperar da mesma com o passar do tempo. No entanto, não foi esse o desfecho.

"Por alguma razão, há cerca de um ano, este tipo de arranhão no meu olho voltou a fazer-se sentir. Por isso tenho consultado muitos médicos", disse, contando que há cerca de três semanas, quando acordou, "não conseguia abrir os olhos". "Doeu", lembrou Corden.

Nessa manhã, o apresentador procurou tratamento e foi visto por um médico, que o levou a submeter-se a uma cirurgia de urgência.

"Quando ele viu o meu olho disse: 'Vamos operar agora'. E eu respondi: 'Mas eu tenho um programa às 17h [hora local]. E ele disse que eu não ia ter um programa até à semana seguinte e que tinha de ser operado naquele momento", recordou.

James partilhou alguns detalhes da cirurgia com Ellen DeGeneres, tendo explicado que esteve acordado durante a operação e apenas contou com anestesia local.

Recorde-se que foi no final de abril que Corden anunciou no Instagram que não iria conseguir filmar os episódios seguintes do 'The Late Late Show', que estava a ser gravado em casa por causa da pandemia da Covid-19. Na altura referiu que o motivo era "uma pequena cirurgia ao olho".

Leia Também: Maria Cavaco Silva a recuperar de cirurgia a tumor no cérebro

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.