Madalena Brandão integra o elenco de 'Amar Demais', a nova trama dos serões da TVI, na qual dá vida a Salomé Correia - a personagem mais "fora do baralho" que já interpretou. A estreia da novela teve lugar esta segunda-feira, dia 14, e surge numa fase simbólica para a atriz, que em julho anunciou estar infetada com Covid-19.

Já curada, a atriz mostra-se entusiasmada e cheia de orgulho por este papel: "Adoro que ela [Salomé Correia] seja passada, é uma carta fora do baralho. Tem uma energia muito diferente das outras personagens que já fiz e do resto do elenco", descreveu em conversa com os jornalistas na sessão de apresentação da novela, acrescentado que Salomé "esconde vários mistérios".

Além da sua experiência com o vírus, as gravações ficaram marcadas pela perda inesperada de dois elementos do elenco, Pedro Lima e Fernanda Lapa, o que torna "esta novela muito diferente em todos os aspetos", confessou.

"Mas nós estamos com um espírito de equipa e de união muito forte. Aceitar as coisas que não podemos mudar e tentar trazer uma energia positiva. Uma forma de os homenagear é não deixar que o projeto seja minado por uma energia negativa, temos mesmo de contrariar isso", afirmou.

O diagnóstico positivo e o confinamento "alegre"

"Vivemos tudo de forma tranquila porque ninguém teve sintomas graves”, disse, adiantando ainda que várias pessoas da família, além do companheiro e dos filhos, foram contagiadas pelo vírus.

Sobre o período de isolamento, a atriz afirmou que esteve nas melhores condições e que a família manteve-se sempre "bem disposta e alegre". "Foram poucos dias com sintomas, depois a espera é que foi longa. Foi um privilégio [ter estado no campo]. Temos sete hectares, dá para andar à vontade. Estive bem e confortável", contou.

"[Os filhos] não tiveram sequer sintomas. Fizeram o teste para ajudar nos procedimentos da escola. É importante dizer que nenhum dos miúdos nem das professoras testou positivo. Foi a melhor notícia", revelou.

Ultrapassada a experiência, afirmou que, agora sim, se sente aliviada e devolvida à sua serenidade. "Já não estou a lidar com o desconhecido. Estava com muita ansiedade e medo, dificuldade em dormir. Sou muito permeável e estava a ficar minada com esta energia do mundo. Já não tenho medo. Imune [ao vírus] ou não, estou imune ao medo. Estou bastante tranquila", rematou.

Leia Também: Sofia Ribeiro esclarece se o restaurante Filosofia vai fechar portas

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.