Harvey Weinstein, o conhecido produtor de Hollywood, que se viu envolvido num enorme escândalo sexual que deu origem ao movimento #MeToo, foi considerado culpado pelos crimes de violação, depois de uma audiência em tribunal, onde seis testemunhas, todas elas mulheres, alegaram terem sido vítimas de abusos sexuais.

Contudo, o júri absolveu Harvey do crime de comportamento sexual predatório.

Importa referir que Weinstein estava a ser julgado apenas por dois casos. Os testemunhos das quatro restantes mulheres referidos anteriormente serviram para estabelecer um padrão comportamental do produtor.

Até agora, ainda não foram dados pormenores da pena que será aplicada.

Leia Também: Está escolhido o júri do julgamento do produtor Harvey Weinstein

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.