George Clooney decidiu pôr-se a milhas da permanente confusão gerada no bairro pela vizinha Britney Spears. Farto das gritarias, das rusgas policiais e da presença constante de um batalhão de fotógrafos, o actor norte-americano, que vivia a menos de 300 metros da cantora, em Hollywood, vendeu a casa e mudou-se para um sítio mais sossegado.

Clooney explicou que só se apercebeu que era vizinho de Spears na madrugada do passado dia 4 de Janeiro, quando a cantora se recusou a entregar os filhos ao ex-marido e se barricou com as crianças num quarto - incidente que terminou com a intervenção da polícia e o internamento de Spears num hospital.

O actor contou que, naquela noite, ao escutar o ruído dos helicópteros que sobrevoavam o bairro, saiu à rua em roupão, pensando que a polícia estava a perseguir um qualquer prisioneiro evadido da cadeia. Mas quando ligou a televisão e se apercebeu que a "criminosa" era a sua famosa vizinha, Clooney decidiu vender a casa e sair dali para fora.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.