Tal como a maioria dos adolescentes, também Willow Smith, filha de Jada Pinkett Smith e de Will Smith, passou por grandes problemas.

Aos 10 anos de idade teve de lidar com a fama repentina e todas as pressões que se seguiram após ter lançado o single ‘Whip My Hair’.

“Era muito jovem e tinha um sonho, mas tudo o que realmente queria fazer era cantar e não equacionei o negócio e o stress que vêm com isto”, afirmou a jovem, agora com 18 anos, numa entrevista à revista People.

Algum tempo depois, Willow começou a automutilar-se. Cortar-se a si mesma trazia “um alívio físico de toda a dor inimaginável que sentia no seu coração e mente”, sublinha.

Contudo, mais tarde acabou por perceber o quão inútil e prejudicial era a automutilação na sua vida. “O meu corpo é um templo e eu parei completamente. Parecia literalmente psicótico a determinado ponto porque aprendi a ver-me a mim mesma como valiosa”, acrescenta.

A partilha da sua história teve como objetivo ajudar outros jovens que estejam a passar pelo mesmo.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.