Esta sexta-feira, dia 8, faz um ano desde que o príncipe Harry e Meghan Markle anunciaram que iriam deixar de fazer parte do núcleo senior da realeza - processo que ficou conhecido como 'Megxit'.

No entanto, apesar da decisão ter sido em grande parte associada à duquesa de Sussex, a verdade é que quem teve a ideia foi o príncipe.

"Chegou a um ponto em que ele queria uma vida diferente", afirmou uma fonte à Vanity Fair. "A Meghan foi simplesmente um catalisador", defendeu.

Por seu turno, o historiador real Robert Lacey disse que o casal tinha planos que funcionariam tanto para eles como para a realeza, mas que tiveram de os alterar quando a história foi parar à imprensa.

Um ano depois e apesar de todos os contratempos, devido à pandemia e até mesmo à perda de um filho, uma vez que Meghan sofreu um aborto, a verdade é que o balanço que o casal faz é positivo e os dois querem manter-se na mesma situação.

Leia Também: Meghan Markle e Harry vão continuar longe do Reino Unido durante meses

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.