Carlos Cruz saiu ontem, dia 7, em liberdade condicional do Estabelecimento Prisional da Carregueira, Sintra.

A ex-mulher do antigo apresentador de televisão ficou feliz com o seu ‘regresso’ a casa, e decidiu partilhar uma fotografia no Facebook. Na legenda da mesma, Raquel falou sobre o caso de Carlos.

"Hoje, estamos sem palavras com a felicidade que sentimos, foram 14 anos de espera, a vida toda da Mariana e 1/3 da minha, por um momento que nunca sequer deveria ter existido. Não havia razão alguma para prender alguém que nunca se escondeu, que todos os que o conhecem, sabíamos o que era, o que fez em cada hora da sua vida naqueles anos da acusação, que sempre se defendeu e que não saiu em liberdade antes porque nunca aceitou assumir culpa, que não era sua. Infelizmente, alguns media conseguiram enganar os mais incultos e os crentes incondicionais na suposta ‘justiça’. A esses que continuam a condenar, espero sinceramente que nunca vos aconteça 10% do que o Carlos viveu", começou por dizer.

Raquel acredita que um dia "a verdade" será revelada. "Esta foi a maior injustiça que conheci, mas depois de todos os que vi, convivi, lidei em visitas inúmeras em 3 prisões diferentes, durante anos sem fim, tenho consciência que as prisões têm muitos inocentes sem voz para se defenderem".

Na mesma publicação, a ex-mulher de Carlos Cruz deixou uma mensagem de força a todos os que são acusados injustamente.

"A todos vocês que se mantêm a aguentar o sacrifício de ser condenado sem razão, por erros cometidos pela ‘justiça’ injusta, que não têm noção do sofrimento causado, a vós e aos que vos rodeiam, tenham força, esperança e nunca desistam de lutar, até ao fim, vocês merecem, os vossos merecem. Não esquecerei nunca, os bebés, crianças, adolescentes, namoradas, mulheres, mães, pais, de todas as raças e credos, com vidas em ‘stand by’, marcados pela dor, pela falta de amor, de compreensão e de solidariedade, dos que vos acusam e que vos apontam o dedo. A vocês, um grande abraço com muito carinho", disse.

Para finalizar, Raquel garantiu que o ex-apresentador "não vai desistir" de "lutar pela verdade". "Já agora, o Carlos não vai desistir, até ao fim da sua vida continuará a lutar pela verdade, aquela que todos pedimos desde dia 31 de janeiro de 2003. Grande beijo a todos que enviaram mensagens maravilhosas de apoio à minha filha e a mim".

Recorde-se que foi a filha de Carlos Cruz, Marta, quem foi buscar o pai à prisão.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.