Depois de ver o seu nome envolvido numa polémica por causa de ter defendido Scooter Braun perante as acusações de Taylor Swift, Justin Bieber volta ser destacado por motivos menos bons.

Desta vez é a ex-coreógrafa do artista, Emma Portner, que decidiu falar publicamente do cantor, manifestando-se contra o mesmo.

A dançarina, que trabalhou com Bieber durante a 'Purpose World Tour', em 2016, e no videoclipe 'Life Is Worth Living', em 2015, deixou um desabafo esta segunda-feira, criticando a maneira como Justin trata as mulheres.

Nas stories da sua conta do Instagram, Emma disse: "Arrependo-me de ter trabalhado com o teu nome. Dei ao teu universo o meu corpo ingénuo, criatividade, tempo e esforço. Duas vezes. Um conteúdo que te fez ganhar milhões. Enquanto eu ganhava zero". Referindo-se ao baixo salário que ganhou, a jovem afirma que recebeu "menos que o salário mínimo pelas horas que investiu".

"Não podia dar-me ao luxo de comer", continuou. "Estava a varrer o chão dos estúdios para poder praticar o meu próprio ofício. A maneira como tu denigres as mulheres é uma abominação", rematou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.