A polémica entrevista que Regina Duarte deu ontem à CNN Brasil está a tornar-se viral dos dois lados do oceano Atlântico pelos piores motivos. À frente da Secretaria Especial da Cultura, organismo que tem a função de assessorar o ministro da Cidadania no desenvolvimento de políticas, programas, projetos e ações que promovam a cidadania por meio da cultura, uma das mais populares atrizes brasileiras, foi entrevistada em direto e, para além de desvalorizar a ditadura militar, também menosprezou as críticas.

"Sempre houve tortura", desabafou a dada altura, como pode ver no vídeo que se segue, um dos muitos que reunem alguns dos que são considerados os piores momentos da entrevista ao canal televisivo e que, só nas últimas horas, já foi visto e partilhado por milhares. Para além de não gostar das perguntas que lhe foram feitas, Regina Duarte também não gostou de ser confrontada com declarações da colega Maitê Proença.

"Eu apoiei desde o início o seu direito a uma opinião que divergia da maioria dos seus e estou, aqui e agora, clamando para que se apresentem os feitos. Fale com a sua classe, Regina", apelou a atriz. A eterna viúva Porcina da telenovela "Roque Santeiro" irritou-se e perdeu a compostura. "Ela tem o meu [número de] telefone, ela que fale comigo", respondeu. "É só uma minoria que não gosta de mim", desvalorizou a agora política.

Nas redes sociais, em Portugal e no Brasil, têm sido muitas as reações à entrevista e ao comportamento de Regina Duarte, uma defensora assumida de Jair Bolsonaro, o polémico presidente brasileiro. "A mentalidade bolsonarista imbeciliza as pessoas", criticou um espetador. "Não teve compostura nenhuma", aponta outra brasileira. "Transformou-se na Maria Vieira do Brasil", escreveu uma portuguesa no Facebook.

Apesar dos inúmeros reparos, também são muitos os elogios à prestação da atriz. "A CNN exagerou nesta entrevista. A Regina não merecia a armadilha de que foi vítima", condena uma das fãs. "Se fosse a ela, ter-me-ia levantado e ido embora", garante uma admiradora da artista. "A CNN Brasil lamenta o episódio e reafirma o seu compromisso de ouvir sempre todos os lados para informar melhor o país", reagiu o canal noticioso.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.