Vincent Cirrincione, o homem que geriu Halle Berry durante mais de 20 anos, foi acusado por nove mulheres de assédio sexual.

O The Washington Post, publicou esta sexta-feira, dia dois, uma reportagem onde diz que oito mulheres afro-americanas e uma americana com descendência asiática alegam ter sofrido nos últimos 20 anos vários avanços sexuais indesejados.

Segundo o testemunho das vítimas, o predador sexual prometia entrada direta em Hollywood em troca de favores sexuais.

Recorde-se que Vincent Cirrincione é atualmente responsável pela carreira da atriz Taraji P. Henson.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.