Emily Ratajkowski terá, alegadamente, acusado Robin Thicke de a ter apalpado num excerto do seu novo livro 'My Body' ['O Meu Corpo', em português numa tradução livre].

A modelo, de 30 anos, revela que tudo aconteceu nos bastidores do videoclipe da música 'Blurred Lines', do álbum de 2013 do artista, no qual esta e outras modelos participaram.

Ratajkowski explica que inicialmente gostou de trabalhar neste projeto, até ao momento em que ela e Thicke, de 44 anos, ficaram sozinhos.

"De repente, do nada, senti uma mão fria de um estranho a apalpar as minhas mamas por trás", escreveu. "Instintivamente afastei-me, enquanto olhava para trás para o Robin Thicke", continua.

"Ele fez um sorriso parvo e cambaleou para trás, os olhos deles estavam escondidos por trás dos óculos. A minha cabeça virou-se para a escuridão à frente dos bastidores", descreve, acrescentando que a realizadora, Diane Martel, lhe perguntou se "estava bem".

Martel terá confirmado o sucedido em declarações ao The Sunday Times: "Eu gritei numa voz muito agressiva, 'O que raio estás a fazer, chega! As filmagens terminaram'", lembra.

"O Robin pediu rapidamente desculpa, como se soubesse que estava errado mas sem perceber como poderá ter feito a Emily sentir-se", nota, garantindo que a partir daí não aconteceram mais incidentes do género.

Leia Também: Emily Ratajkowski mostra-se a amamentar o filho após críticas

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.